terça-feira, 22 de março de 2016

Alianças Mokume Gane


Oi!!




Daí que um amigo nosso aqui do trabalho ficou noivo no ano passado mas só agora comprou as alianças. E foi aquela festa por aqui, as meninas com gritinhos e pulinhos de alegria e os meninos desejando os "meus pêsames" (aquela velha história quando o assunto é casamento, né? rsrs...).

E o mais interessante dessa história e que fez isso se tornar um post é a tal da aliança pois não é uma aliança qualquer, é uma Mokume Gane...oi??? (Foi essa a nossa dúvida por aqui!!).
Perguntamos pra ele e consegui algumas (poucas!) informações sobre a tal da aliança, vejam o que encontrei e que acaba com as nossas dúvidas! rs...


No Japão de 1600 d.C. a espada de samurai era uma ferramenta de batalha, símbolo da classe guerreira. Retendo sua funcionalidade verdadeiramente temerosa, como uma arma nas mãos de um samurai qualificado, a decoração na manivela e na envoltura da espada se tornou um indicador de estado social e riqueza. Os ferreiros que fizeram estas armas desenvolveram várias técnicas para o uso na decoração destas espadas. A técnica tradicional de Mokume Gane (moku = madeira, me = olho e gane = metal) era uma delas. 

Mokume Gane foi inventado por Denbei Shoami, um mestre ferreiro da prefeitura de Akita, no século XVII, que usou isto para o adorno de espadas de samurai. Usando essa técnica o ferreiro criava camadas de metais laminados que eram fundidos por calor e pressão. As camadas, compostas por várias combinações de ouro, prata e ligas de cobre eram forjadas, esculpidas e finalizadas para produzir padrões únicos que eram depois usados em partes das espadas de samurai. 
Mokume Gane era um processo muito difícil de se aprender, isto em parte devido à dificuldade de fundir os metais e à habilidade exigida para forjar as camadas de forma que o material pudesse ser laminado depois.
A técnica Mokume Gane envolve o processo de laminação de muitas camadas de metais selecionados – normalmente de 10 a 30 – como platina, ouro, paládio, prata e/ou ferro, colocados entre blocos de aço e aquecidos em fornos. Um cuidadoso controle das condições como calor, pressão e atmosfera protegida permite que as camadas se fundam, mas não se misturem. A pilha de metal fundida resultante é então forjada e laminada para reduzir sua espessura. 
Os padrões únicos são criados através da laminação e forja das camadas. O processo de esculpir e laminar são repetidos muitas vezes para criar o padrão acabado. Os padrões formados desta maneira são quase como mapas topográficos, mostrando a profundidade da escultura original.
Esta técnica de Mokume Gane é usada para fazer toda variedade de jóias como alianças, brincos e broches.
*Fonte: Aqui





Na verdade é uma aliança feita com a técnica milenar dos Samurais. Super legal, né???
E são só 2 pessoas que fazem isso aqui no Brasil! Por isso a alegria toda quando vimos a aliança do nosso amigo!!!






Fotos: http://www.nicolaslasnier.com.br/ e http://www.friszman.com/ (os brasileiros! rsrs..)

beijos,
Gábi

3 comentários:

  1. Olá Gábi tudo bem???


    Nunca tinha ouvido falar dessa técnica, mas adorei!!!


    Beijinhos;
    Débora.
    http://derbymotta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Menina nunca tinha ouvido falar, mas que ficam um espetáculo ficam mesmo!

    Bjus
    Taty

    Blog: http://ansiosapracasar.blogspot.com.br/
    Canal: https://www.youtube.com/channel/UCCj8oXRUtoyAOunvOHkHTIA

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...